quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Carta Final: Um Testamento Antecipado






Preciso que me escute agora...
Pela última vez,
Depois permito-lhe ir embora
Seja você quem for,
Torne-se leitor
Do que um dia
Fora uma carta de amor.

Quero ressaltar em primeiro lugar,
O quanto é importante que atendas meu pedido:
Diga a minha amada, para não chorar
E que onde eu estiver, estarei a esperar.

Se eu tive algum herdeiro,
Espero te-lo deixado mais do que dinheiro.
Espero que tudo que o ensinei
Seja valorizado.

Amei meus amigos mais do que tudo...
Me doei a eles, sempre que precisaram.

Me esforcei para ser fiel...
Espero ter conseguido.

Escrevi tudo o que eu quis...
Sempre que a tristeza me abatia,
Sem planos, sem regras
Eu escrevia e escrevia...

Eu tinha personalidade forte...
Espero ter lutado o bastante,
Para defender meus ideais.
Espero nunca ter permitido
Que alguém me fizesse desistir.

Sempre fui simples e humilde...
Nunca deixei de compartilhar coisas boas,
Nunca neguei o que eu podia dar
E por mais que eu pudesse,
Nunca me engrandeci.

Eu não vou negar...
Eu não tinha só qualidades,
De forma alguma, haha!!

Não havia pessoa mais preguiçosa...
Deixei de fazer tantas coisas,
Que eu poderia até escrever,
Mas prefiro evitar a fadiga...

Nunca fui estudiosa...
Espero que eu tenha tido tempo
Para tomar vergonha na cara
E mete-la nos livros...

Sempre deixei passar...
Sempre perdoei muito fácil,
E espero que por isso,
Não tenham me feito de boba.

Isso não é uma psicografia,
E eu poderia escrever versos e versos.
Mas tenho pressa!!

Porque percebi que
O tempo
É
Curto
E não sabemos...
O quanto ele vai
Durar para nós...

Então resolvi me declarar
E dizer coisas que talvez um dia
Seja tarde de mais para dizer.

E seja para onde eu for,
E quando eu for...
Lembrarei de todos que me amaram (ou não, hehe)
E estarei sempre presente
Para os que ainda assim.
Precisarem de mim.

Fui poeta -sonhei- e amei na vida. ( verso adaptado de álvares de azevedo)

7 comentários:

  1. Olá! Vim agradecer a visita, e por colocar meu banner em seu blog. Colocarei seu banner também (:


    E eu gostei muito desse verso!!
    Parabéns e Boa sorte com o blog.

    Bloody kisses~

    ResponderExcluir
  2. OLA
    ADOREI SEU BLOG E ESTOU TE SEGUINDO.
    TE CONVIDO A ME FAZE RUMA VISITA:
    WWW.FLORDELOTUS29.BLOGSPOT.COM
    ME SIGA. VOU ADORAR QUE SEJAMOS AMIGAS
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  3. Eu não conseguiria fazer um comentário sábio, to muito longe de uma proeza assim haha
    Então eu queria dizer que o texto ficou muito bom (não só isso, calma \o/). Eu queria dar um conselho mas não sei um bom, teria que passar por algo assim pra saber o que dizer com alguma certeza. Então tem dois pensamentos que você deveria tentar refletir sobre eles:
    "O sábio não se senta para lamentar-se, mas se põe alegremente em sua tarefa de consertar o dano feito." - William Shakespeare.

    "Lamentar uma dor passada, no presente,
    é criar outra dor e sofrer novamente." - William Shakespeare.

    Rafael =)

    ResponderExcluir
  4. que bom que gostou do meu blog, porque eu gostei de verdade do seu.
    obrigado por aceitar meu convite de amizade, adoro fazer novos amigos...
    venha me visitar quando quiser
    estarei sempre por aqui
    grande abraço

    ResponderExcluir
  5. Amei teu texto...
    Sentimentos tão limpidos descritos de forma cristalina;
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Obrigado por passar no meu blog *-*
    Amei mesmo esse poema, toca lá no fundo e nos faz pensar..
    Realmente lindo *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. nunca mais escrevo coisasg grandes :(

    obrigada para que teve a paciência de ler, hoje estarei postando mais um!

    ResponderExcluir

Comenta aí, é importante para mim.